Luz e Tarifa$$$: Essa sequência de notas do Claudio Humberto dá uma leve ideia dos reais acontecimentos da Dona Bondade

bulbLuz aumentou
antes de Dilma
anunciar redução

Empresas de energia passaram a reajustar tarifas tão logo a presidenta Dilma anunciou em outubro a intenção de reduzi-las. Já em novembro, a Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou um reajuste de 12%, mas alguns estados, como o Rio de Janeiro, segundo queixas de consumidores, aumentaram a conta de luz até 27,5% antes de Dilma informar na TV, dia 23, que as contas seriam reduzidas em até 18%.

Escalada
No Rio, segundo denúncias, o KWh custava em novembro R$ 0,4548, em dezembro foi a R$ 0,4986 (+9,6%) e janeiro a R$ 0,5698 (+14,3%).

Dando tempo
Técnicos do setor elétrico e políticos acham que anunciar a redução com antecedência deu tempo às empresas para reajustar seus preços.

 

Velha prática

A oposição estrilou. “É a velha prática de dar com uma mão e tirar com a outra”, criticou o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

Culpa dos impostos
A Light admite apenas reajuste de 11,85% em novembro, e informa: consumo inferior a 300 KWh paga 18% de ICMS; acima disso, 29%.

ideaestamos de olho!