Essa é uma grande dúvida minha: como Lula chega nos lugares? Se materializa?

aviao_vermelhoQuem lhe deu asas?

Lula: de quem são suas asas?

Sabe-se que Lula foi ao Paraguai e à Argentina na semana passada – tanto que ele estava na terra dos Kirchner quando soube que a Polícia Federal quer ouvi-lo no âmbito da Lava-Jato -, mas ainda reina o mistério sobre como ele viajou.

Voo de carreira, não foi.

Mas o Instituto Lula, sabe-se lá por quê, não informa a quem pertence o avião que o levou para passear pela América do Sul.

No passado, Lula já viajou nas asas da Odebrecht (leia mais aqui) e da Qualicorp (leia aqui).

Por Lauro Jardimhomem voando com asas

Adivinhe quem paga a esquadra dos volitantes passeios de bicicleta de Dilma? Vai pro espelho.

(FONTE: NOTAS DA COLUNA DE CLAUDIO HUMBERTO – DIÁRIO DO PODER)

bicicletaEm baixa, Dilma tem sua segurança reforçada
Os cuidados com a segurança da presidente Dilma são reavaliados a todo instante. Apesar de não admiti-lo oficialmente, a turma do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), chefiada pelo general José Elito, teme que a baixíssima popularidade e a altíssima rejeição a Dilma estimulem “alguma loucura” contra ela. O passeio matinal de bicicleta, nas cercanias do Palácio Alvorada, tem sido fonte de pânico no GSI.

Segurança máxima
Dilma aparece com três homens, nas imagens pedalando sua bike, mas o percurso é monitorado por dezenas de seguranças do Exército.

army_guy_rope_repellingReforço na equipe
Além de ajustar os cuidados, o GSI decidiu aumentar o número de seguranças do Exército que acompanham os deslocamentos de Dilma.bicicleta

Tem umas decisões que você precisa saber. Principalmente as emanadas pela Câmara Federal nos últimos tempos.

Decisão da mesa diretora da Câmara autoriza os deputados federais a omitirem comprovantes de despesas que revelam sua “intimidade”. Não está claro o que consideram despesas “íntimas”. Podem ser cirurgias plásticas, estoque de viagra, viagens particulares, compra de vinhos e cachaça, gastos com motel ou com empresa de segurança das quais o parlamentar é dono etc. Para todos esses casos há precedentes.
O “cotão” mensal de R$ 37 mil dos deputados já pagou até contas de motel do deputado e ex-ministro do Turismo Pedro Novais (PMDB-MA).
 gif-sexy-gratuit-1
Francisco Tenório (PMN-AL) fez o contribuinte pagar 4 reais de uma dose de cachaça. O salário do deputado federal é de R$ 33.763,00.
Edmar Moreira (ex-DEM-MG), o “deputado do castelo”, usou verba da Câmara para pagar R$ 15 mil às próprias empresas de segurança.