O INABALÁVEL DIREITO DE DEFESA. Advogados do meu Brasil/ Banânia! Carteira da OAB na mão e um quilo de alimento não perecível, nesta seta, vale ouro. Na República das Calcinhas. Teatro Maria Della Costa

Nesta sexta, 17 DE OUTUBRO, às 21h30, logo após o encerramento da sessão da peça República das Calcinhas, de James Akel, uma outra atração, esta gratuita:

Todos os advogados que comparecerem ao Teatro Maria Della Costa com a carteira da OAB poderão assistir, gratuitamente, a um debate sobre Direito de Defesa.

doação

Caso deseje, o advogado poderá doar um quilo de alimento não perecível.

JAMES AKEL, AUTOR E DIRETOR. ALÉM DE GRANDE JORNALISTA E AMIGO

REPÚBLICA DAS CALCINHAS
QUANDO sex., às 21h30, e sáb., às 19h30. Até 1º/11
ONDE Teatro Maria Della Costa, r. Paim, 72; tel. (11) 3256-9115
QUANTO R$ 60
CLASSIFICAÇÃO 16 anos

República das Calcinhas: peça do amigo James Akel estreia dia 12! Tudo o que você sempe quis saber de política, ops…

bundaPEÇA DE TEATRO “REPÚBLICA DAS CALCINHAS” ESTREANDO EM SETEMBRO

Dia 12 de setembro entra no palco a comédia política “República das Calcinhas”, escrita e dirigida por este colunista.

A peça conta a trama de uma vendedora de livros que entra por engano na residência de verão do presidente da república e, confundida com sobrinha de senador, é nomeada ministra da economia.

República das Calcinhas estará em curta temporada no Teatro Maria Della Costa, comemorando os 60 anos daquele teatro que foi projetado por Oscar Niemayer e Lúcio Costa.

A participação especial de Andressa Urach dá um toque especial quando Andressa troca de roupa no palco na frente da plateia.

A peça estará em cartaz às sextas às 21h30 e aos sábados às 19h30, com 1 hora e meia de duração sendo que o horário mais cedo de sábado permite que quem desejar ainda possa depois da peça ir jantar e nem voltar tarde pra casa.

No elenco as talentosas atrizes Dede Simonini, Marcella Villagran, Julia de Freitas e Ana Paula Pavão desempenham os papéis de filha, secretária, sobrinha e amante do presidente da república.

Qualquer político pode ver a peça sem medo de se sentir retratado nela.3d_animasi_woman_bikini_animat

FONTE: COLUNA JAMES AKEL