De mal a pior na Casa da Mãe Dilmajoana. Foi ele, foi ele, sim, que financiou a Val Marchiori. Agora vai para o BNDES? Tamufu

FONTE: COLUNA RADAR – VEJA ONLINE – LAURO JARDIM

O presidente

Bendine: de presidência em presidência

O anúncio da ida de Aldemir Bendine, presidente do Banco do Brasil, para comandar o BNDES deve ser feito em breve, muito breve. Hoje, Luciano Coutinho está sendo recebido por Dilma Rousseff  para as tratativas finais de sua saída do BNDES.

Vai lá no BB pedir empréstimo, vai! Essazinha foi e se deu bem. Bem, a ordem da frase você pode mudar.

3d_animasi_woman_modern_dance_BB empresta R$ 2,7 milhões a Val Marchiori mesmo sem comprovação de renda

FATOS INACREDITÁVEIS DE NOSSO BRASIL

É bom ter amigos, e ser social, hein!

O presidente do Banco do Brasil Aldemir Bendine e a socialite Val Marchiori

Val Marchiori quer ser …Devassa! Helloooo!!

JÁ QUE ESTÁ NESSA, PORQUE NÃO APROVEITA E VAI LER MEU  ARTIGO?

e …EU SEI QUE VOCÊ QUER SABER A IDADE DA BRUNETTE FRACAROLLI, QUE É MAIS DE 60, AH, É! AQUI

Televisão – fonte: veja –

‘Mulheres Ricas’: Val inveja até merchandising de Narcisa

Sétimo episódio teve merchandising de cerveja da Narcisa e, pela internet, campanha de Val para ganhar mais um contrato

Mariana Zylberkan

Nem toda a ostentação das participantes do reality show Mulheres Ricas faz elas perderem oportunidades de ganhar mais dinheiro – e gastar mais ainda.  

No sétimo episódio, exibido nesta segunda, Narcisa fez um ‘bico’ como garota propaganda da Brahma. Com seu peculiar jeito de ser, a socialite pulou, dançou e protagonizou uma cena falsa em que recebe de surpresa um convite para pular carnaval no camarote da cervejaria na Sapucaí. O trecho foi enxertado no programa, gravado entre maio e julho do ano passado. 

Em troca da chance de faturar mais um contrato publicitário, Val Marchiori aproveitou a deixa e traiu sua maior paixão, o champanhe. “Hello! Aprendi a tomar cerveja com a Débora. Adorei. A Devassa!”, escreveu Val em sua página no Twitter durante a exibição do programa.

Além do merchandising extra, o programa mostrou o famigerado piquenique das mulheres ricas no Parque Ibirapuera, em São Paulo. O clima bucólico das cenas foi palco para (mais) uma disputa de exibição entre Val Marchiori e Lydia Sayeg.

Enquanto Val empunhava sua taça banhada a ouro e espalhava caviar e macarons sobre a toalha, Lydia presenteou as amigas com correntes de ouro com a palavra Vida em formato de pingente e fez o segurança particular espalhar pétalas de rosa sobre todas. “Tem coisa mais deliciosa do que andar descalça sobre pétalas?” disse Lydia que chegou de a bordo de uma limosine ao parque.

Para não ficar atrás, Val chamou um violinista que tocou trecho da música La Vie em Rose para o quarteto. “Ai Val, eu tive essa ideia também”, disse Lydia.

No Rio de Janeiro, Narcisa, ausente no programa no parque, provou que seu professor de ioga merece uma medalha de paciência e profissionalismo. “Eu faço ioga há dez anos. Me dá calma, muita flexibilidade.” Calma mesmo teve o instrutor que lhe pediu várias vezes para deixar o celular do lado de fora pelo menos durante as aulas. Até na hora do relaxamento, quando foi tocado um mantra, Narcisa não perdeu a chance de causar e aplaudiu antes do fim da aula.

Débora Rodrigues repetiu seu habitual contraponto aos devaneios das companheiras de programa e convidou Brunete e Val para uma tarde de pescaria em seu barco batizado de ‘Aqui o Bagulho é Louco’. “Essa é uma frase que meu marido repete muito”, explicou.

Babado forte que tenho para contar para vocês sobre a tal Val, vã Val. Estão querendo expulsá-la do prédio chique

Vocês devem ter sabido que teve uma região de São Paulo que desde terça-feira ficou sem luz. No Paraíso.

Pois foi justamente aqui onde a gente tem escritório. Portanto…

Assim sai batendo perninhas pelo mundo ontem e soube de um babado forte nas ruas do Jardins.

A tal Val Marchiori está correndo o risco de ser EXPULSA do prédio onde está confortavelmente instalada na Rua Haddock Lobo, nos Jardins.

A Mulher Rica que já foi Mulher muito pobre está enfrentando um abaixo assinado dos moradores do condomínio ( cada apto tem mais de 1500 m²).

Os tais que assinam, que também não são grandes coisas, alegam maus tratos aos funcionários, flertes com seguranças e comportamento inadequado…

É cada um pior que o outro nessa história.