Mas o que é isso? Estamos baixando as calças para a Venezuela? Veja essa

kids-035Pente fino

Revista em Caracas

A morte de Hugo Chávez não livrou as autoridades venezuelanas da paranóia anti-monitoramento. Uma equipe da Globo que participou da cobertura da Copa América de Basquete masculino, em Caracas, foi obrigada a abrir as bagagens onde carregava os equipamentos, na sexta-feira passada, quando voltava para o Brasil. Até aí, beleza.

Só que os policiais federais do aeroporto venezuelano exigiram que funcionários da emissora ligassem os laptops e exibissem os arquivos de vídeo com imagens dos jogos do Brasil até se certificarem que o foco da reportagem não havia ultrapassado os limites da quadra de basquete.

Os profissionais da equipe sequer podiam encostar nos equipamentos durante a revista. Os agentes de Nicolás Maduro pediam orientações para conseguir, eles próprios, ligarem o computador e acessar as imagens capturadas pela Globo.

FONTE : COLUNA RADAR – VEJA ONLINE – Por Lauro Jardim

Venezuela em crise: falta hóstia. Falta vinho. Falta vergonha também.

 

pretres-08Só milagre

Depois de importar papel higiênico, a Venezuela agora reza por um milagre.

Já estão faltando o vinho e as hóstias para a celebração de missas no país encrencado com a revolução bolivariana.

Nota Coluna Aziz Ahmed – O POVO/ RJ

Alfredo! O que o Maduro veio fazer aqui? Trazer aquele retrato lindo e procurar papel. Higiênico! Alfredo!

gato olha bebe na privadaMão lavando a outra

 

 

Para prevenir especulações maldosas, o presidente mais ou menos eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, deveria esclarecer que não veio ao Brasil comprar papel higiênico, que está em falta em seu país, com filas de virar quarteirão para tentar comprar um rolo.

fonte: coluna Claudio Humberto

Do g1: Chavez reaparece em fotos, maquiado até a última prega. E ainda lendo o Granma!

potatoVenezuela divulga primeiras imagens de Chávez após cirurgia

Presidente aparece sorrindo, deitado em uma cama e com as filhas.

Segundo o governo, ele ainda enfrenta dificuldades respiratórias.

 

Do G1, em São Paulo

O governo da Venezuela divulgou nesta sexta-feira (15) as primeiras fotos do presidente Hugo Chávez após a última cirurgia enfrentada pelo mandatário no combate contra um câncer. O líder de 58 anos não era visto nem ouvido desde o procedimento realizado em 11 de dezembro, a quarta cirurgia em 18 meses de sua luta contra o câncer.

Nas imagens, ele aparece sorrindo, deitado em uma cama lendo a edição do jornal Gramma desta quinta-feira (14)  ao lado das filhas Rosa Virginia e María Gabriela. De acordo com o governo, as fotos foram tiradas em Havana nesta quinta. Elas foram exibidas na TV estatal e publicadas no Facebook oficial de Chávez e no Twitter do Ministro das Comunicações da Venezuela, Ernesto Villegas.

Imagem divulgada pelo governo venezuelano mostra Hugo Chávez após cirurgia em Cuba.  (Foto: Divulgação)Imagem divulgada pelo governo venezuelano mostra Hugo Chávez após cirurgia em Cuba. (Foto: Divulgação)
Imagem mostra Chávez ao lado das filhas em Cuba (Foto: Divulgação)Imagem mostra Chávez ao lado das filhas em Cuba (Foto: Divulgação)

O governo venezuelano também informou que apesar da recuperação, Chávez ainda enfrenta dificuldades respiratórias. Ele respira através de uma cânula de traqueostomia, o que “dificulta temporariamente sua fala”, informou nesta sexta-feira o governo.

“A infecção respiratória que surgiu durante o pós-operatório foi controlada, embora persista um certo grau de insuficiência. Diante desta circunstância, que está sendo devidamente tratada, atualmente o comandante Chávez apresenta respiração através de cânula traqueal, que dificulta temporariamente sua fala”, explicou o ministro da Informação, Ernesto Villegas, em uma mensagem televisionada à nação.

A cânula traqueal é um tubo que se coloca no paciente através de uma abertura criada mediante traqueostomia para permitir uma respiração adequada. As fotos não mostram o pescoço de Chávez.

Villegas acrescentou que “a equipe médica aplica tratamento enérgico para a enfermidade de base, que não está livre de complicações. O paciente coopera com o tratamento e a reabilitação em ligação estreita com a equipe médica de trabalho.”

O ministro garantiu que Chávez se mantém em “comunicação” com sua equipe de governo, apesar de o comunicado ter afirmado que ele tem dificuldades para falar.

Chávez sorri ao ler jornal em Cuba (Foto: Divulgação)Chávez sorri ao ler jornal em Cuba (Foto: Divulgação)

Saúde
A divulgação das fotos acontece dias após o vice-presidente Nicolás Maduro ter dito que Chávez estava recebendo tratamentos complementares “duros” e “complexos”, após ter concluído o ciclo pós-operatório.

“Hoje (quarta-feira) nosso comandante está sendo submetido a tratamentos complementares, como informamos, tratamentos extremamente difíceis”, disse Maduro, que vem conduzindo o país na ausência de Chávez e que garantiu que acabava de chegar de Havana, onde visitou o mandatário.

“Está levando adiante, assimilando, como diria ele, em espírito de batalha, mas são tratamentos complexos, difíceis, que devem em algum momento ir fechando o ciclo de sua doença”, acrescentou ele durante evento no interior do país.

Ministros e outros importantes funcionários do governo têm viajado com frequência a Cuba desde dezembro para acompanhar a evolução do presidente e levar documentos oficiais para sua aprovação.

O presidente do legislativo, Diosdado Cabello, está atualmente na ilha, disse Maduro.

Em dezembro, quando Chávez anunciou que iria se submeter à quarta cirurgia em 18 meses, nomeou Maduro como seu herdeiro político e pediu que o povo votasse nele caso sua doença o impedisse de voltar ao país e novas eleições fossem convocadas.

O governo disse que Chávez melhora de forma lenta, após cumprir todo o ciclo de um pós-operatório em que sofreu várias complicações e, inclusive, insinuou a possibilidade de um retorno, sem data definida até agora.

Contudo, a oposição não descarta o cenário de eleições antecipadas, depois que Chávez não pôde prestar juramento de posse em janeiro para o novo mandato ao qual foi eleito em outubro.

Vejam que delícia essa nota do Cesar Maia, no seu ex-blog. Sobre o doidivano Marco Aurélio Garcia, a Venezuela e o “tesão” pelo Chavez

medicine11DR. MARCO AURÉLIO GARCIA ABRE ESCRITÓRIO DE ONCOLOGIA E CLÍNICA GERAL!

1. Marco Aurélio Garcia –ministro de relações exteriores bolivarianas- atropelou o Itamarati, que se sentiu ultrapassado em suas funções clássicas, indo avaliar a situação clínica do presidente Chávez para dar pareceres diretamente à presidenta Dilma. E –não satisfeito- assumiu o papel de jurista, interpretando a constituição bolivariana.

2. Marco Aurélio Garcia disse nesta segunda-feira (07) que o governo brasileiro “não vê instabilidade” na Venezuela por conta do agravamento do estado de saúde do presidente Hugo Chávez.  Ao comentar sobre as incertezas em relação às condições de Chávez de comparecer à cerimônia de posse para seu novo mandato, marcada para quinta-feira, Garcia citou a Constituição venezuelana. Segundo ele, a Constituição dá prazo de 90 dias, prorrogáveis por mais 90 dias, para que o presidente assuma o cargo.

3. Já na Venezuela a oposição diz que, caso Chávez não compareça à cerimônia, o presidente da Assembleia Nacional deve assumir a presidência interinamente. Essa é também a opinião de todos os juristas venezuelanos consultados.

4. Garcia –já com seu jaleco branco médico com o estetoscópio como colar- disse que esteve em Cuba para “conferir” (sic) o estado de saúde de Chávez, que é grave, mas sem a possibilidade de previsões

Notícias que parecem do Além, mas são daqui mesmo, do Brasil. Fazemos dinheiro ( com o nosso ) para a Venezuela

O Brasil é uma mãe

A Casa da Moeda do Brasil gastou R$ 16,5 milhões só na compra de tintas especiais para a fabricação de 370 milhões de cédulas venezuelanas. O Banco Central da Venezuela pagará US$ 20 milhões pelo serviço. O Brasil ainda pretende doar cédulas ao governo do Haiti. (fonte: coluna Claudio Humberto)

Chavez, o presidentinho, nos dá um momento de humor no meio de tudo isso. Quer proibir o pobre cachorrinho Huguito

PUBLICADO NO G1 – www.g1.com.br

Cão chamado ‘Huguito’ em novela da Colômbia irrita governo da Venezuela

Personagem ‘insulta’ orgulho venezuelano, disse órgão regulador.
‘Brincadeira’ ocorre em momento tenso da relação entre os vizinhos.

Da Reuters

O governo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, exortou uma emissora de TV privada a deixar de exibir uma telenovela colombiana na qual há um cão chamado “Huguito” e que, segundo o governo, insultaria o orgulho nacional venezuelano.

A novela “‘Chepe Fortuna” – o título é o nome do personagem principal – também tem uma personagem que é uma secretária fofoqueira chamada “Venezuela”.

Em um episódio, Venezuela perde seu cãozinho Huguito e uma amiga a consola: “Você vai se libertar, Venezuela!”

A secretária Venezuela e seu cão, Huguito, em cena da novela publicada no YouTube.A secretária Venezuela e seu cão, Huguito, em cena da novela publicada no YouTube. (Foto: Reprodução)

Somada ao pano de fundo das relações tensas entre os dois países vizinhos andinos nos últimos dez anos, a sátira provocou uma reação fortemente negativa do Conatel, o órgão estatal que regulamenta as telecomunicações na Venezuela.

“Venezuela é repetidamente caracterizada como estando ligada ao crime, à ingerência e à vulgaridade, numa manipulação descarada da trama que visa desmoralizar o povo venezuelano”, disse a Conatel.

Na quinta-feira, a emissora local Televen deixou de exibir o capítulo do dia da novela.

Colombianos e venezuelanos adoram telenovelas, muitas das quais refletem as realidades políticas e sociais nacionais.

A sátira feita à Venezuela em “Chepe Fortuna” se dá num momento delicado, em vista da história de rupturas diplomáticas entre os governos de Bogotá e Caracas, ideologicamente opostos, desde que Chávez chegou ao poder, em 1999.

Críticos dizem que Chávez reprime a liberdade da mídia em seu país. Mas o presidente e seus partidários apontam para as críticas e sátiras a seu governo como provas da pluralidade supostamente existente no país.