#ADEHOJE – RACHADINHAS NO PARTIDO PARTIDO

#ADEHOJE – RACHADINHAS NO PARTIDO PARTIDO

 

SÓ UM MINUTO – É tanta loucura que às vezes a gente acha que não está ouvindo direito. Vejam só: o líder do PSL, partido do Presidente da República obstruiu ontem uma votação de tema do Governo! Casa da Mãe Joana perde. Eu sei que para muitos de nós queremos é ver eles se comendo antropofagicamente, mas o problema é que precisamos do país em movimento, coisa que está praticamente impossível sob esta direção.

Acabo de chegar de uma boa entrevista que fui fazer, ao lado de Caetano Bedaque, na ALLTV : o empresário Lawrence Pih, que sempre se destacou por suas ideias mais avançadas e polêmicas. Aproveitamos uma passagem dele pelo Brasil. Agora, depois de vender o Moinho Pacífico, vive no exterior, é investidor. Ele não está nem um pouco otimista, embora veja avanços na economia. Perguntei a ele qual a diferença do empresário que era e o investidor que é hoje; “O empresário precisa ser otimista; o investidor é realista”. Pois é.

#ADEHOJE – INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA. E A FALA DA MULHER. SEI NÃO…

#ADEHOJE – INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA. E A FALA DA MULHER. SEI NÃO…

 

SÓ UM MINUTO – Começou a valer hoje, assinado pelo próprio, decreto autorizando a internação forçada de dependentes de drogas. Do jeito que as coisas estão indo, o decreto poderá ser usado até contra ele e para internar quem ainda aprova a sua forma de governo, as decisões absolutamente pessoais que vêm tomando, as declarações estapafúrdias. Muitos de sua equipe estão no mesmo barco.

Caso Neymar – Como vocês acompanham venho pedindo calma no julgamento, especialmente quanto à mulher, já inicialmente chamada de tudo quanto é coisa. Sou mulher, primeiro as defendo. Assim como não entendo qualquer gay apoiando Bolsonaro. Tô tomando pauladas por isso. Estarei sempre o lado das mulheres. Mas, admito, depois de assistir à entrevista dela, acompanhar os novos fatos, começo a duvidar, não só dela – da Najila – em vários detalhes, mas especialmente dos dois juntos, do que de verdade teria ocorrido naquelas noites quentes de Paris. Esse imbróglio – como já disse – ainda vai dar muito pano para a manga. Já deu para o pé que, virado, tirou o jogador da Seleção. Amanhã, sexta, os dois devem aparecer nas delegacias, um no Rio; a outra, em São Paulo.

#ADEHOJE, SÓ UM MINUTO – DIAS QUENTES

#ADEHOJE, SÓ UM MINUTO – DIAS QUENTES

SÓ UM MINUTO – Um verão especialmente quente, e não é só a temperatura. Ela vem subindo de tom também na política. Hoje foi cancelada uma entrevista coletiva do presidente lá em Davos, na Suíça, e em cima da hora, com desculpas capengas. Claro, quanto mais o filho se enrola aqui, mais se percebe que o discurso foi muito fraco, e que governar não é bolinho. Na Venezuela o povo começa a ir às ruas, mas fortemente reprimidos. Já são quatro mortes. Mas quente mesmo está lá o nosso Ceará. Todo dia muito fogo, explodem postos de gasolina, tacam terror, e não está adiantando porem policiais, nem prender centenas. Todos, moleques, cumprindo ordens vindas de todos os lados das organizações criminosas. Muito quente, muito calor.

 
DIABINHOS DANÇANDO

#ADEHOJE, #ADODIA – INSEGURANÇA E A INSANIDADE DAS PROPOSTAS.

#ADEHOJE, #ADODIA – INSEGURANÇA E A INSANIDADE DAS PROPOSTAS.

Muito triste com a morte de um colega da faculdade. Mas que morreu por saúde. Já o médico Roberto Kikawa não teve a mesma “sorte” – foi assassinado friamente em um assalto. A vida ficou no caminho de uma carona, de uma parada. Ele vai fazer falta, porque ajudava muita gente, como criador das Carretas da Saúde, que vão aonde o povo está. A insegurança é tal que a gente não sabe se vai ou se fica. Imagino os prejuízos, inclusive, porque nos grandes centros urbanos as pessoas não estão nem mais querendo sair. Aí a gente ainda tem de ler o tal filho do Capitão que vai ser deputado federal, o Eduardo, dizer que não vê problemas em prender cem mil pessoas. Como? Onde? Nas nossas casas? E aí, Moro, esperança geral, qual é a proposta para melhorar essa loucura geral?

 

#ADEHOJE, @ADODIA. MORO PONTUA COM PONTO E VÍRGULA AS SANDICES QUE NOS INCOMODAM. ISSO É BOM.

#ADEHOJE, @ADODIA. MORO PONTUA COM PONTO E VÍRGULA AS SANDICES QUE NOS INCOMODAM. ISSO É BOM.

 

 

Na longa entrevista que concedeu nesta terça-feira, o juiz Sergio Moro, futuro Ministro da Justiça do Governo Bolsonaro respondeu a muitas questões sobre fatos que nos atormentam das frases ditas pelo clã Bolsonaro. Para o juiz é fundamental a lei, a justiça para manter a democracia, os direitos das minorias e para tomar as melhores decisões. Muito bom, se for verdade. Ele botou uma vírgula e uns pontos no discurso ainda atabalhoado do futuro presidente.

 

Para a agenda de amanhã. Fátima Bernardes entrevista Ivone Zeger. Sempre boas informações . Veja o chamado que ela nos enviou.

Participo nesta quarta-feira, dia 22 de agosto às 10h30 da manhã, do Programa “Encontro com Fátima Bernardes” na TV Globo.

Na ocasião estarei explicando como resolver um desacordo entre irmãos que tem objetivos diferentes para uma herança em comum.

 foto ae - Juan Guerra - feita durante lançamento de livro

Espero que possam assistir!

 Ivone Zeger

www.ivonezeger.com.br

Marilia Gabriela não falou ( e não fala) sobre o Giannechini, mas repórter do UOL escreveu matéria, como se fosse exclusiva e deu destaque. Isso não é jornalismo.

Mexeu com amigo meu, ou com gente de quem eu gosto, mexeu comigo e eu dou pernada mesmo.

Assim, adianto que este caso é pessoal. Primeiro, porque mexeu com a Gabi; segundo, porque mostra a quantas andas a nossa profissão de jornalistas.

A assessoria do SBT está agendando uma série de entrevistas dela, Marília Gabriela, para que ela possa falar sobre o novo programa de entrevistas, agora também às quartas feiras na emissora.

Pois bem: hoje estavam marcadas entrevistas – por telefone –  para o Meio&Mensagem, para O Globo ( Patricia Kogut) e para o UOL, que indicou uma repórter do Rio, chamada Paula Costa.

Com as outras entrevistas, inclusive as dadas ontem para a Folha e para o Estadão, nenhum problema, mas com o “uol/celebridades…”

Não é que essa  jornalista do UOL resolveu que ia se dar bem, e logo em cima de quem?

Logo que vi o título da chamada do UOL – “Gianecchini está reagindo bem ao tratamento”, diz Marília Gabriela – já tinha ficado cabreira, porque sei que Gabi não diria nada sobre esse assunto nem amarrada em cadeira elétrica.

E eu tinha razão. Já não bastasse a publicação de uma foto muito da malfeita, ontem, de Gabi, de costas,  saindo de um restaurante de perto da casa dela,  com o Gianni, que o mundo já está careca de saber que está careca por causa do tratamento, e o que não interessa a ninguém de bom senso, o Portal publicou com destaque a ideia de que Marilia havia dado entrevista sobre isso.

Resultado: a repórter já ouviu, merecidamente,  cobras e lagartos, da própria Gabi. E como hoje não há mais chefia responsável  e a internet aceita tudo quanto é lixo, a matéria continua no ar.

Sobre o programa de tevê, sobre o qual a jornalista e apresentadora  falou com a dita, que se por acaso pretende fazer jornalismo assim vai estar frita logologo, nenhuma palavra.

Isso não é jornalismo. É sensacionalismo.

Em tempo: quando questionada sobre Giannechini, por repórteres, amigos, no banheiro, no estúdio, ou no elevador do prédio onde mora, a sua resposta padrão é essa, sempre foi:

– Ele está bem. Ele é muito positivo e vai ficar bem.

(O que, convenhamos, não chega a dar uma grande matéria, nem manchete,  né não?)

E vai mesmo.