ARTIGO – Deepfakes: o futuro que nos espera e enganará. Por Marli Gonçalves

Apavorante. Em deepfakes eles podem tirar sua roupa, fazer você falar o que quiserem, colocar você em qualquer lugar do mundo, ou até participando de um animado vídeo pornô. Muito mais. Pior: dependendo do que possam pretender, nem precisam de você. Podem criar as pessoas que quiserem com as características e pensamentos que bem entenderem

São Tomé? Já era. Essa de acreditar só no que se vê está indo por terra e em toda a Terra. Estamos em perigo real, de vermos criados mundos paralelos completos, como a própria Criação, como religiosamente acreditamos que foi. Sete dias, descanso, costelas, ceias – tudo ultrapassado. Sairão de máquinas potentes, hardwares, guiados por mentes com domínio tecnológico, e nos serão apresentados em vídeos tão perfeitos que não será possível perceber sua manipulação. Com eles, facilmente o sentimento coletivo poderá ser manipulado.

São deepfakes, vídeos criados por softwares de inteligência artificial, que conseguem utilizar fotos e gravações da voz de alguém para criar um vídeo falso dela, mostrando não apenas ela fazendo algo que nunca fez como ainda dizendo algo que nunca disse. Ou criar essas pessoas, totalmente virtuais, com idades, raças, credos, ideologias, gêneros. Que surgirão buscando nos influenciar, domesticar, pensar como elas, até nos fazer ter raiva de outras que sejam reais. Distopia total.

Lembram daquele vídeo tosco do agora Governador de São Paulo João Doria, e que surgiu pouco antes das eleições? Ele, numa suruba. Como o conheço pessoalmente e fui capaz de jurar que por vários motivos não era ele naquela cena – ambiente sujo, etcs, principalmente os etceteras… – não me toquei à época do perigo, nem do que se tratava exatamente. E é mais, muito mais, do que mera manipulação de imagens. É infernal. Aquela era bem tosca, assim como grande parte do que está sendo feito ainda é rudimentar, produzido por nerds digitais e por pura diversão, humor, gracinhas.

Mas a tecnologia, e em pouquíssimo tempo, está ficando a cada dia mais apurada. E perigosa. E a gente aqui ainda preocupado com as fake news, que já abalam muitas estruturas e poderes, elegendo líderes desconcertantes, trazendo riscos inclusive à vida humana quando trata de saúde, como no caso das vacinas, ou causando linchamentos, que também já ocorreram. Para você entender: com deepfakes até o Drauzio Varella, em carne e osso, pode aparecer em vídeo condenando a imunização. Claro que não será ele, mas poderá ser tão perfeita a produção do falso, que você bateria o pé que, sim, você viu, você recebeu o vídeo, era ele, falando, a voz, os movimentos, os tiques. A técnica é a síntese de imagens, vídeos e sons, combinados e sobrepostos cuidadosamente.

Inacreditável é que o assunto perturbador ainda não está com a devida atenção dos governos e nações. Os deepfakes representam a mais nova ameaça à cyber segurança, sem que ainda se saiba como combatê-los. Não há regulação, normatização, legislação ética sobre a sua má utilização com os geradores de textos falsos, imagens falsas, vídeos falsos, clonagem de vozes e, o máximo, clonagem de personas. Se hoje nem as fake news conseguem ser combatidas, imaginem se esses novos monstros o serão em curto espaço de tempo. A inteligência artificial aprimorada aprendendo, sendo nutrida por informações, a criar um mundo falso em algoritmos.

Apavorante, repito. Discursos de ódio, manipulação nas eleições, ataques aos movimentos sociais, as relações humanas, tudo poderá ser afetado de forma ainda mais violenta do que o que já vem ocorrendo celeremente em todo o mundo. Tudo virtual, não haverá como prender o autor de calúnias, difamações, informações falsas que aparecem nas imagens, porque ele simplesmente não existirá. E o mundo ainda não está preparado para capturar os jovens, em geral, muito jovens, que já detêm essa tecnologia, a operam cada vez melhor, e estão gostando muito, orgulhosos dessa brincadeira que inventaram. Sem limites, farão nascer exércitos que hipoteticamente podem ser maiores do que os chineses, com a fidelidade dos soldados norte-coreanos, e com a loucura dos radicais.

Fica a dúvida: como agirão quando tiverem noção do poder que essa poção mágica poderá lhes proporcionar? Devemos temê-los? Afinal, estarão criando uma nova civilização. Como se deuses fossem. De mentira. Mas o que é verdade, ultimamente?

______________________________

MARLI GONÇALVES – Jornalista, consultora de comunicação, editora do Site Chumbo Gordo, autora de Feminismo no Cotidiano – Bom para mulheres. E para homens também, pela Editora Contexto. À venda nas livrarias e online, pela Editora e pela Amazon.

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

___________________________________________

ME ENCONTRE

 (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):

https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista

(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)

https://www.facebook.com/BlogMarliGoncalves/

https://www.instagram.com/marligo/

Veja, Obama não disse isso:

#ADEHOJE – – SOBRE O CÁLICE CHEIO, VAZIO, PELA METADE…

#ADEHOJE – – SOBRE O CÁLICE CHEIO, VAZIO, PELA METADE…

SÓ UM MINUTO – Na realidade, na prática, as Manifestações de ontem só serviram para aprofundar ainda mais as divisões, e muito, o poço no qual o país está mergulhado. Quem não entende bem, e foi para as ruas ontem, todo de verde e amarelo, acredita que ajudou Bolsonaro, que ele é Mito, que tudo vai andar. E que foi um sucesso. Quem não foi, e é crítico do governo, viu enormes furos nas fotos, diz que foi um fracasso.

Vamos falar o quê? Comparar como? No meio do pessoal ontem tinha gente pedindo ditadura, fechamento do Congresso, cassação do STF, o absurdo dos absurdos…

O que seria fundamental seria mesmo o fim, o fim, de toda essa divisão que não vai levar lado nenhum, aresta nenhuma ao resultado que precisamos.

#ADEHOJE – 1º DE FEVEREIRO: TUDO NOVO? QUEM DERA!

brava

#ADEHOJE – 1º DE FEVEREIRO: TUDO NOVO? QUEM DERA!

SÓ UM MINUTO – O disco continua aparecendo arranhado. A legislatura que começa nesta sexta-feira tem o maior percentual de novatos e de mulheres em mais de 30 anos. O número de partidos com assento na Casa também é recorde: são 30 diferentes legendas representadas na Câmara a partir de agora. No senado, dos 54 eleitos que tomam posse, apenas 8 foram reeleitos. Mulheres representarão 14,8% da nova configuração: serão 12 senadoras. Marco Aurélio Mello, do STF, nega recurso de Flávio Bolsonaro que apelava por foro privilegiado. E as vaias de hoje vão para a Vale. O presidente da empresa ontem teve a cara dura de afirmar que as sirenes em Brumadinho não tocaram para alertar, porque…foram engolfadas pela lama. Socorro! Cada dia imagens – e notícias – aparecem, cada vez mais terríveis do acidente do rompimento da barragem.

Cenas explícitas da guerra urbana e selvagem entre blackbocs e policiais na noite de ontem. FOTOS CARLUCHO

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Exclusivo, especial: Imagens da reunião de Dilma para fazer sua reforma ministerial

swholiday1
Dilma escolhendo ministros para a reforma ministerial. Se é feio, ganha pontos; se vive em outro mundo, além de petista, pode arrumar lugar; se tocar na banda…
Ministros apresentando suas habilidades, além de puxa-sacos
Ministros apresentando suas habilidades, além de puxa-sacos
Armário de ministros disponíveis para serem montados e desmontados
Armário de ministros disponíveis para serem montados e desmontados
REUNIÃO MINISTERIAL
REUNIÃO MINISTERIAL

Gente, eu tinha visto que ela estava especialmente nervosa já no início do debate, mas não imaginei que…Viram a cena? Chato. Mas, claro que já tem uma frasezinha memememme. Olha aqui

“Vote em Dilma senão ela desmaia”

Procura-se informações sobre Georgina Pires Sampaio, vedete e criadora de cobras dos anos 40-60, no Rio de Janeiro. A nossa Bettie Page, pelo que li. Veja que interessante

suzy-cobra-Fundo-Última-Hora-Arquivo-Público-do-Estado-de-São-Paulo images SuzyKing(GeorginaPiresSampaio) gerginaProcura-se a criadora de cobras

O pesquisador Alberto de Oliveira está em peregrinação

para descobrir algum parente ou amigo da artista

Georgina Pires Sampaio, que atuou entre 1939 e

1964 como dançarina (se apresentava com cobras),

cantora, atriz e faquireza sob os nomes Diva Rios

(anos 40) e Suzy King (anos 50 e 60). Em 1964, às vésperas

do início do regime militar, Georgina fez a última

aparição pública concorrendo ao trono de Rainha dos

Bailes de Carnaval do Hotel Glória com outras vedetes,

como Angelita Martinez e Wilza Carla. Depois desapareceu,

sem deixar pista. Ela morou durante pelo

menos dez anos no apartamento 1003 do número 80

da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, Edifício Tunísia, chegando a

criar mais de 30 cobras nesse apartamento. Às vezes as cobras fugiam e davam

notícia nos jornais. Em 1959, quando se exibia jejuando em uma urna

de vidro, sobre pregos, cercada por cobras, de biquíni, numa prova que deveria

durar 110 dias, na Galeria Ritz, em Copacabana, não resistiu e tentou fugir,

o que lhe causou grandes problemas. Diz o pesquisador que Georgina

nasceu em Porto Alegre (RS), em 1917. Era filha de Josino e Etelvina Pires

Sampaio. Não casou, nem deixou filhos. Parece ter morado na Bahia durante

algum tempo e, em 1939, foi para São Paulo, onde iniciou a carreira artística.

Mais tarde veio para o Rio e aqui viveu por mais de 20 anos. Quem souber de

alguma pista, envie mensagem para betodec30@yahoo.com.br.

fonte: AZIZ AHMED – JORNAL O POVO-RJ

São Paulo, imagens, detalhes

 

WP_001889

WP_001891 WP_001886SÃO PAULO, EM DIA BOM FICA  ASSIM. VOCÊ VÊ AS COISAS. ESSE PRÉDIO AQUI É ONDE JÁ FOI A PREFEITURA, O 1º dp

hoje tem um projeto chamado Catavento lá. Mas eu só passei, fica bem perto do Mercado Municipal.

olha o cachorro detalhe da arquitetura

Oxum, uma composição que achei nas andanças

Oxum – Orixá do amor, da fertilidade e maternidade

  • Saudação: Ora yê yê ô!
  • Cores: amarelo
  • Dia da semana: Sábado

Oxum água

 
Ei Oxum!
Água que faz
Barulho na fonte
Água da mina
Desce contornando o monte
Água que caí
Que pede a sede da gente
Água do rio
Que lava e cura a doença
Água de Oxum
Doce da vida
Água que limpa
Lavando feridas
Água de amor
Água da vida
Água que da
Na chuva o presente
Água que faz
Brotar as sementes
Água que traz
Água que fica
Água que vem
Água que limpa
Água na terra
Água do ar
Água no fogo
Água no mar
Ei Oxum!
Ei água.
                                   22/02/2011
CRIAÇÃO DE Paulo Eduardo Ribeiro Braulino
 

OXUM,UMA ORAÇÃO

 

 

 

 

 

Oxum

Ó Senhorα minhα, ó minhα Mãe, eu me ofereço todo α vós e, em provα de minhα devoção pαrα convosco, eu vos consαgro neste diα os meus olhos, os meus ouvidos, α minhα bocα, o meu corαção e inteirαmente todo o meu ser.

E, guαrdαi-me e defendei-me, como coisα e propriedαde vossα. Que αssim sejα!

Orα ie ieu Oxum…

Sαlve dourαdα senhorα dα pele de ouro!

FONTE: http://templodemaeoxum.blogspot.com/2010/07/transporte-e-descarrego-na-umbanda.html

Oxum, a beleza da história e imagens

É a força dos rios, que correm sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede. É a Mãe da água doce, Rainha das cachoeiras, Deusa da candura e da meiguice.

Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, o amor puro, real, maduro, solidificado, sensível e incondicional, por isso é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe, da mesma maneira que Yemanjá.

A regência fascinante de Oxum é o processo de fecundação, na multiplicação da célula mater. É Oxum quem gera o nascimento de novas vidas que estarão no período de gestação numa bolsa de água – como ela, Oxum, rainha das águas.
 
É, sem dúvida alguma, das regências mais fascinantes, pois é o início, a formação da vida. É Oxum que “tomará conta” até o nascimento, quando, então, entrega à Yemanjá, que será responsável pelo destino daquela criança.
 
Oxum não vê defeitos nos seus filhos, não vê sujidade. Os seus filhos são verdadeiras jóias, e ela só consegue ver o seu brilho. É por isso que Oxum é a mãe das crianças, seres inocentes e sem maldade, zelando por elas desde o ventre até que adquiram a sua independência.
Os seus filhos, melhor, as suas jóias, são a sua maior riqueza. Como acontece com as águas, nunca se pode prever o estado em que encontraremos Oxum; como também não podemos segurá-la em nossas mãos.
 
Assim, Oxum é o ardil feminino, considerada a deusa do amor, a Vênus africana. O casamento, o ventre, a fecundidade e as crianças são de Oxum, assim como, talvez por conseqüência, a felicidade.
 
De menina-moça faceira, passando pela mulher irresistível até a senhora protetora, Oxum é sempre dona de uma personalidade forte, que não aceita ser relegada a segundo plano, afirmando-se em todas circunstâncias da vida.
 
Oxum é o amor, é a capacidade de sentir amor.
A partir desse amor é que se dá a origem as Agregações, e consequentemente origina a concepção das coisas.
 

Ela é o elo que une os Seres sob uma mesma crença, trazendo a união espiritual. É o elo que une dois Seres sob o mesmo amor, agregando-os onde se dá inicio à concepção de uma nova vida.

Ela é quem agrega os bens materiais que torna um ser rico, portanto, é conhecida como Orixá da Riqueza, Senhora do Ouro e das Pedras Preciosas.


O toque dos atabaques, que acompanha sua dança no candomblé, é denominado ijexá. A dança de Oxum é a mímica da mulher faceira, que se embeleza e atavia, exibindo com orgulho colares e pulseiras tilintantes. Diante do espelho, sorri, vaidosa e feliz, por se ver tão linda e sedutora.
Essa doçura de encanto feminino, porém, não revela a deusa por inteiro. Pois ela é também guerreira intrépida e lutadora pertinaz. Como as águas dos rios, a força de Oxum vai a todos os cantos da terra.
 
Ela dá de beber às folhas de Ossain, aos animais e plantas de Oxossi, esfria o aço forjado por Ogum, lava as feridas de Obaluaê, compõe a luz do arco-íris de Oxumarê. Oxum está em tudo, pois, se amamos algo ou alguém é porque ela está dentro de nós.

Data festiva: 12 de outubro e 08 de dezembro



Saudação: Eri ieiê ô, Ore yèyé o, Oraie iê Oxum, Ai iê ieu Mamãe Oxum (Salve Senhora da Bondade e da Benevolência)

Símbolo: um coração do qual nasce um rio.


Sincretismo religioso: Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Conceição

Cores: amarelo dourado, Azul ou cor de rosa

Instrumento: Abebé, um leque em forma circular dourado ou feito em latão que pode trazer um espelho no centro

Pedra: Ametista, Quartzo Rosa


Ervas principais: Erva-cidreira, Melissa, Erva-de-Santa-Maria, Ipê-Amarelo, Mãe-Boa (erva sagrada de Oxum), Calêndula, Rosas Amarelas, Malva, Chuva de Ouro, Trevo Três Corações.

Oferendas: frutas doces em geral, banana prata e
ouro, laranja-lima, cereja, maçã, pêra, melancia, goiaba, framboesa, figo,
pêssego, uva; bebidas doces, ressaltando-se o mel, água de cachoeira,
champanhe de maçã, licor de cereja, suco de suas ervas e de suas frutas;
flores de tonalidade amarela, lírio, margaridas, flor-de-maio, amor-perfeito,
madressilva, narciso, rosa branca, amarela.



Ponto de força: cachoeiras, rios ou nascentes

Características dos Filhos de Oxum:

Quase tudo o que foi dito sobre Iemanjá pode ser estendido a Oxum, cujo relacionamento com seus filhos se equivale por representarem ambas o Princípio Criador.

Também é aplicada aos Filhos de Oxum, ainda mais emotivos que os de Iemanjá, a denominação de chorões. A sensibilidade dos Filhos de Oxum é ainda maior e, não raras vezes, chamados, principalmente as mulheres, de dengosas e flores de estufa, que fenecem ao menor motivo.

Na verdade, os Filhos de Oxum, essencialmente honestos e dedicados, esperam sempre merecer as atenções que procuram despertar e sentem-se desprestigiadas quando não acontece. Um fato a ser considerado é o de que os Filhos de Oxum tendem a guardar por mais tempo alguma coisa que lhes tenha atingido e olham com muita desconfiança quem os traiu uma vez.

Por outro lado, menos vaidoso do que os Filhos de Iemanjá ou Iansã, aparentam, mesmo em roupas discretas, uma certa realeza. Ternos e carinhosos, são conseqüentes e seguros e buscam sempre a companhia de pessoas de caráter. Preferem não impor suas opiniões, mas detestam ser contrariados.
 
Custam muito a se irritar, mas quando o fazem, também custam a serenar.
Oxum parece ocupar no coração das pessoas o espaço destinado à figura da mãe e esta característica faz com que seus filhos sejam naturalmente bem quistos e, não raras vezes, invejados.
O homem e mulher, Filhos de Oxum, são, a exemplo de Iemanjá, muito ligados ao lar e a família, em geral.

Dão muito valor à opinião pública, fazem qualquer coisa para não chocá-la, preferindo contornar com suas diferenças com habilidade e diplomacia. São obstinadas na busca de seus objetivos.Oxum é o arquétipo daqueles que agem com estratégia, que jamais esquecem suas finalidades, atrás de sua imagem doce se esconde uma forte determinação e um grande desejo de ascensão social.
 
 
 
 
 
 

Têm uma certa tendência à gordura, a imagem do gordinho risonho e bem-humorado combina com eles. Gostam de festas, badalações e de outros prazeres que a vida possa lhes oferecer.
Tendem a uma vida sexual intensa, mas com muita discrição, pois detestam escândalos.

Não se desesperam por paixões impossíveis, por mais que gostem de uma pessoa, o seu amor-próprio é muito maior. Eles são narcisistas demais para gostar muito de alguém.
Graça, vaidade, elegância, uma certa preguiça, charme e beleza definem os filhos de Oxum, que gostam de jóias, perfumes, roupas vistosas e de tudo que é bom e caro.


Oxum é assim: bateu, levou. Não tolera o que considera injusto e adora uma pirraça. Da beleza à destreza, da fragilidade à força, com toque feminino de bondade.


O lado espiritual dos filhos de Oxum é bastante aguçado. Talvez por isso as maiores ialorixás que o Brasil tem e teve são de Oxum.

No Rio, de Janeiro, Dia de Oxum é patrimônio imaterial do Estado. 8 de dezembro.

Dia de Oxum é patrimônio imaterial do estado

( de O globo – 5 de março de 2010)
 
RIO – Uma lei publicada no Diário Oficial desta sexta-feira transforma o Dia de Oxum, comemorado anualmente no dia 8 de dezembro, em patrimônio imaterial do estado do Rio. A determinação foi sancionada pelo governador Sérgio Cabral.

A nova norma, de autoria do deputado Átila Nunes (DEM), determina que festejos deverão ser programados e realizados pelas secretarias de Turismo e Ciência e Cultura e incluídos no calendário oficial e turístico do estado.

“A finalidade principal desta lei é reconhecer, oficialmente, essa manifestação religiosa realizada há mais de 300 anos em nossa cidade, trazida pelos afro-descendentes que aqui chegaram como escravos, trazendo suas tradições e cultura. É um patrimônio vivo, dinâmico e um bem cultural intangível do povo fluminense”, destacou, em nota, o parlamentar

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/dia-de-oxum-patrimonio-imaterial-do-estado-3044538#ixzz1fseuvZln
© 1996 – 2011. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

8 DE DEZEMBRO: DIA DE OXUM. MARIA BETHANIA CANTA BONITO.

Kerêô declaro aos de casa que estou chegando
Quem sabe venha buscar-me em festa
Orarei a Oxum
Que adoro Oxum, sei que sim
Xinguinxi comigo

Oxum que me cura com água fresca
Sem gota de sangue
Dona do oculto, a que sabe e cala
No puro frescor de sua morada
Oh! Minha mãe, rainha dos rios
Água que faz crescer as crianças
Dona da brisa de lagos
Corpo divino sem osso nem sangue

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum, sei que sim
Xinguinxi comigo

Eu saúdo quem rompe na guerra
Senhora das águas que correm caladas
Oxum das águas de todo som
Água da aurora no mar agora
Bela mãe da grinalda de flores
Alegria da minha manhã

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum, sei que sim
Xinguinxi comigo

Ipondá que se oculta no escuro
De longe me chega a cintilação
dos seus cílios
Oxum é água que aparta a morte
Oxum melhora a cabeça ruim
A yê yê orarei!
Bendita onda que inunda a casa do traidor

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum, sei que sim
Xinguinxi comigo

Oxum que eu bendigo na boca do dia
Oxum que eu adoro
Rica de dons
Riqueza dos rios
Oxum que chamei
Que não chamei
Adê-okô
Senhora das águas

Linha leve, Natal, amor no coração. E respeito aos animais

Essas imagens foram feitas outro dia na Rua Canadá onde a Crefisul instalou um Natal dos animais, super bonito, bem feito e iluminado.

Quase na esquina da Avenida Brasil. Foram  feitas com um Iphone. Depois, logo que der, vou fazer umas fotos mais elaboradas.

Se puder, vá ver. De noite é show!

Oi, trouxe um pouco do que vi na Parada. Acho demais as pessoas.

Foi tudo lindo.

Fui no camarote da Agência Aids, da minha querida Roseli Tardelli. Encontrei, inclusive, com a vice prefeita Alda Marcoantonio, aquela gracinha que sempre deu a maior força para as lutas pelas liberdades.

Nessas fotos você vai ver uma travesti bárbara que se vestiu de Dilma e ficou que nem

Fica no prédio do Conjunto Nacional, esquina da Avenida Paulista com Rua Augusta.

Já são 15 paradas; acho que vi mais de 10.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Só queria entender porque tantas pessoas jogam fora, no chão, largadas as camisinhas que são distribuidas. Camisinha é cara.

Realmente não entendo…

Fora isso, um pouco das pessoas que cliquei. Depois, vou postar uns takes de filmes.