#ADEHOJE – O DISCURSO QUE DESVIOU O ASSUNTO

#ADEHOJE – O DISCURSO QUE DESVIOU O ASSUNTO

 

SÓ UM MINUTO – Enfim Jair Bolsonaro discursou ao mundo e, como mesmo se esperava, trocou as bolas e saiu atacando, inclusive a mídia, para ele, só sensacionalista. É como se aqui estivesse tudo bem, céu azul, sem queimadas, sem tanta ignorância que disparam em relação aos temas sociais e de direitos humanos. Puxa, um governo tão lindo que ninguém vê. Que vive de proteger a família, as crianças, a mata. Deus tá vendo! Ágatha, a menininha morta com um tiro pelas costas no Rio de Janeiro é exemplo – morto – dessa política em ação…

Ele voltou o canhão para Cuba, Venezuela, Maduro, lideranças indígenas que não a que ele cooptou, e que levou na manga uma cartinha sem sentido. Disse que o Cacique Raoni está sendo usado como massa de manobra. Para resumir, subiu, falou e desceu do palanque como o legítimo Jair Bolsonaro que é – e levando o país ao isolamento mundial.

#ADEHOJE – APREENSÃO DE UM PAÍS SOBRE O QUÊ E COMO O HOMEM VAI FALAR

#ADEHOJE – APREENSÃO DE UM PAÍS SOBRE O QUÊ E COMO O HOMEM VAI FALAR

 

SÓ UM MINUTO – Nesta terça, 24, subirá ao palco da ONU para o discurso de abertura o presidente da República do Brasil que vem a ser o senhor Jair Bolsonaro, aquele que tem arrumado treta com os líderes internacionais e afagado Trump. Segundo eles, Bolsonaro tentará mostrar que o país se preocupa com o desenvolvimento sustentável e consegue ser uma potência no agronegócio aliada à preservação do meio ambiente. Mais, mudará de assunto: atacará Maduro, mudando novamente o foco para a Venezuela…

Olha, o pessoa da Revista Piauí está fazendo um Bolsonário e levantou que desde que assumiu Bolsonaro já fez 156 discursos ou pronunciamentos, com mais de 9 mil palavras diferentes – nomeou amigos e inimigos. Falou em 147 ocasiões sobre o “Exército”, que apareceu 9 vezes para cada menção a “universidades” e nas metades das vezes falou de forma negativa quando falou em universidades.

#ADEHOJE – GRANDES PERDAS DE NÓS TODOS. EXIGIMOS RESPEITO

#ADEHOJE – GRANDES PERDAS DE NÓS TODOS. EXIGIMOS RESPEITO

SÓ UM MINUTO – Semana esquisita, como têm sido nossas semanas. Nesta, a perda de grandes nomes da música, Beth Carvalho, e do Teatro, Antunes Filho. E a bobageira das redes sociais continua solta, com críticas absurdas até aos sentimentos que temos com relação aos grandes mestres. É um tal de criticar o pensamento político, de desmerecer os grandes feitos, de tentar exterminar a cultura e a educação de nosso povo. O que está acontecendo? Temos de deter esse avanço da ignorância, de qualquer forma.

Na Venezuela, ampliam-se as dúvidas de como será o desfecho da queda de Maduro. Cinco mortos nas manifestações dessa semana.

 

#ADEHOJE – NO QUE VAI DAR? NO QUE TUDO VAI DAR?

#ADEHOJE – NO QUE VAI DAR? NO QUE TUDO VAI DAR?

SÓ UM MINUTO – Hoje acordei cheia de dúvidas, que divido com vocês. Não sei se pensam sobre essas coisas. Fico vendo a Venezuela em conflito e não sei até que ponto isso nos afetará se agravar mais ainda. Agora, Guaidó propõe greve geral. Por aqui: o que vai dar a tal reforma da previdência? Até que ponto poderemos suportar as idiossincrasias de alguns ministros, as bobeiras dos Filhos do Capitão, e as declarações estapafúrdias do presidente? Vejo mais amigos indo embora do país e isso me deixa angustiada. #prontofalei

O que perguntar?
Por debates mais abertos

#ADEHOJE – – VENEZUELA EM CHAMAS.  E A PROPOSTA DE FAROESTE AQUI

#ADEHOJE – – VENEZUELA EM CHAMAS. E A PROPOSTA DE FAROESTE AQUI

SÓ UM MINUTO – Desde cedo Caracas, a capital da Venezuela, está em polvorosa. Juan Guaidó tenta outra investida como “presidente autoproclamado”. A situação está confusa, os países que apoiam um e outro lado estão em alerta. EUA apóia abertamente; Brasil se diz solidário. Por enquanto China, Rússia e Cuba – apoiadores de Maduro- aguardam os acontecimentos.

Mas nada disso é tão grave quando a estúpida proposta de Bolsonaro de liberar armas e o ataque de proprietários rurais a quem quiser. Na verdade, os caras podem matar e depois dizerem que eram invasores. É para a gente ficar muito preocupado mesmo com o festival de tosquices, apelos à violência sexual e pessoal, ignorâncias que assistimos. Ainda inertes?

#ADEHOJE – ACABOU O MÊS. GAIDÓ ENTRE NÓS. E TUDO NA MESMA

 

#ADEHOJE – ACABOU O MÊS. GAIDÓ ENTRE NÓS. E TUDO NA MESMA

 

SÓ UM MINUTO – Acabou. Já acabou o mês de fevereiro e a gente continua igual que nem, tudo parado, esperando o Carnaval passar. Ou a Páscoa, ou o próximo Natal, talvez? Ou mais tragédias, decisões ministeriais absurdas, vaivéns? Até quando? Lá veio PIBinho de 1.1%. Vergonhoso para um país com essas dimensões e riquezas, mas atacado pela ignorância e gestão de quinta categoria. O país do futuro que nunca chega.

Juan Guaidó está aqui no Brasil para uns encontros e, talvez, para ver se consegue voltar à Venezuela por aqui. A grande tensão do momento é como será esse retorno, já que Maduro diz que, se ele voltar, será preso. A gente se preocupa com o nosso, com o dele, com o país de todos, que a coisa está esquisita para todos os lados. Agora tem pendenga também entre a Índia e o Paquistão. E explosiva, já que são potências nucleares.

#ADEHOJE – NINGUÉM SABE O QUE FAZER COM A VENEZUELA. VEIAS FECHADAS NA AMÉRICA LATINA

#ADEHOJE – NINGUÉM SABE O QUE FAZER COM A VENEZUELA. VEIAS FECHADAS NA AMÉRICA LATINA

 

Só um minuto – Vamos falar a verdade: ninguém sabe mais o que fazer com a Venezuela. Os fatos se anteciparam com a autoproclamação de Juan Guaidó como presidente, sem que o Maduro queria sair da cadeira onde se aboletou. A ajuda humanitária foi um bom pretexto, mas pelo que já vimos esse final de semana, não vai dar certo nem será fácil essa entrega do outro lado, pelo Brasil, ou pela Colômbia. Os Estados Unidos provocam, mas não aparecem para segurar os estragos. Muito menos a Rússia.

Perdemos hoje Roberto Avallone, jornalista esportivo que todos conhecem, Ex-companheiro de redação no Jornal da Tarde. Siga na luz.

#ADEHOJE – VENEZUELA É MAIS UMA PREOCUPAÇÃO, E URGENTE

#ADEHOJE – VENEZUELA É MAIS UMA PREOCUPAÇÃO, E URGENTE

 

Só um minuto Não bastassem as nossas mazelas, e que não são poucas, nas próximas horas temos de ficar muito preocupados com a situação da Venezuela, especialmente da fronteira com o Brasil, em Roraima, para onde foram encaminhadas as toneladas de ajuda humanitária. O ditador Maduro mandou fechar todas as fronteiras, com a Colômbia, Brasil, qualquer buraquinho, par a que não chegue essa ajuda, que ele acredita ser uma forma de invasão do imperialismo americano. Mas da Rússia, Cuba, China, ele não desgruda.

Já houve – agora pela manhã – confronto sério – deixa 1 morto e 12 feridos.

Ah, acharam a verdadeira abelha rainha ! A abelha-gigante-de-wallace (Megachile pluto). Tem seis centímetros. Encontrada em uma ilha do Arquipélago das Molucas do Norte, na Indonésia.

 

Expedição em ilha da Indonésia encontrou um único exemplar da abelha gigante de Wallace — Foto: Clay Bolt

 

#ADEHOJE – VAI, CAI MADURO.

#ADEHOJE – VAI, CAI MADURO.

 

SÓ UM MINUTO – Uma demora que tortura todo um povo, que já não tem mais nada a não ser a esperança de reconstruir o país. Venezuela, um pobre país rico. A autoproclamação de Juan Guaidó, esse jovem de 35 anos, da Assembleia Nacional, como presidente da República da Venezuela após milhares nas ruas, chega a ser um alento. Mas Maduro joga duro e já há mais de uma dezenas de mortos nas manifestações populares. A geopolítica treme. O apoio imediato dos Estados Unidos, seguido por países como o Brasil, Argentina, Canadá, entre outros, recebe o contraponto de nações de guerra como a Rússia, Turquia, Cuba. Oremos pela Venezuela, e para que não seja ela a base do mais novo – e que seria terrível – desentendimento terrestre.

Em São Paulo, uma de suas mais importantes pontes, na Marginal Tietê foi interditada antes que causasse mais uma desgraça. Um presente de aniversário que a cidade decididamente não queria.

#ADEHOJE – O PAI VIAJOU. FILHO ENROLADO FICA PULANDO MIUDINHO

#ADEHOJE – O PAI VIAJOU. FILHO ENROLADO FICA PULANDO MIUDINHO

 

SÓ UM MINUTO – O presidente Jair Bolsonaro já está na Suíça para o Fórum Econômico, em Davos, um dos mais importantes encontros internacionais, e que abre chance para o Brasil ser visto e reconhecido como player no cenário. Bolsonaro deverá fazer amanhã, terça, 22, um discurso que se espera positivo. Nós rezaremos para que assim seja. Ele falará em defesa da democracia e das reformas por aqui; dirá que o país está aberto a investimentos. Deverá citar a participação brasileira na ajuda à Venezuela, contra Maduro, considerado agora como presidente ilegítimo. Sergio Moro, o paladino da Justiça, e o Paulo Guedes, o super super ministro da Economia estão por lá para apoiar.

Enquanto isso o Filho do Capitão, Flávio Bolsonaro, fica por aqui pulando miudinho tentando explicar movimentações financeiras milionárias em suas contas bancárias e que cada dia parece mais enrolado.

IMAGEM ABERTURA; PRESIDENTE JAIR BOLSONARO COM O FILHO QUE LEVOU JUNTO, EDUARDO BOLSONARO, NA PORTA DO AVIÃO, INDO PRA DAVOS, SUIÇA


#ADEHOJE – TRAQUINAGENS DOS FILHOS DO CAPITÃO E PODERES CONFUSOS

#ADEHOJE – TRAQUINAGENS DOS FILHOS DO CAPITÃO E PODERES CONFUSOS

 

SÓ UM MINUTO – Desde que Jair Bolsonaro foi eleito venho dizendo que ele não é o pior de tudo. Só o centro. Cercou-se – assim como o PT também fez muitas vezes isso de errado e deu no que deu – de pessoas que ficaram maravilhadas, embasbacadas com o poder. Vai piorar, acredite. Entre eles, Bolsonaro traz seus próprios filhos, os Filhos do Capitão, para o centro das discórdias. A última foi a de Flavio Bolsonaro pedir ao STF – e conseguir com o Luiz Fux! – a suspensão das investigações contra o seu assessor, o já famoso Queiróz. É casca de banana, pano para manga para muitos escorregões e críticas. No mundo, o terror que atacou a Colômbia repercute sonoramente. E ainda não está claro como é que o Brasil vai ajudar a derrubar o Maduro, na Venezuela. Que seja sem violência.

#ADEHOJE, #ADODIA – BOMBAS: MADURO, MURO, CHUVAS E TROVOADAS

chove gatos

#ADEHOJE, #ADODIA – BOMBAS: MADURO, MURO, CHUVAS E TROVOADAS

SÓ UM MINUTO – Maduro toma posse na Venezuela para mais um mandato que não é aceito pelas organizações internacionais. Situação esquenta. Maduro chama o presidente Jair Bolsonaro de fascista. Paraguai rompe relações com a Venezuela. Argentina e outros países do continente se unem. Enquanto isso Geisi Hoffmann passeia por lá em nome do PT, que perdeu a noção de vez. Nos EUA a situação vai ficando insustentável com a birra de Trump que quer porque quer construir um muro na fronteira com o México. Tudo parado. Aqui no Ceará, as organizações criminosas mandam ordens de dentro das prisões e tentam derrubar pontes e viadutos com bombas. Hoje foram achadas oito. Milhares de raios e chuvas fortes paralisam várias cidades com beleza e horror. El Niño em ação. E AGORA DE MANHÃ MUDOU O COMANDO DO EXÉRCITO! Passou para Edson Pujol.

Avião sem autorização para pousar na Venezuela. Isso vocês já viram, não?

airplane8Sem autorização

( FONTE – COLUNA LAURO JARDIM – VEJA – RADAR)

Maduro: sem autorização para pouso de senadores brasileiros

A Venezuela negou autorização à Força Aérea Brasileira de pousar um jato na próxima quinta-feira com senadores que vão àquele país conversar com presos políticos do governo Maduro.

Melhor do que sorvete na testa
Melhor do que sorvete na testa

Senadores buscam uma solução alternativa para a viagem.

Por Lauro Jardim

O que faltava era a gente ter uma Dilma “Maduro”, de Natal. Veja essa

 

papai noel assustadoJingle bell

Os marqueteiros da presidenta, João Santana e Franklin Martins, o 40º e 41º ministros sem pasta, querem que Dilma  faça como a Venezuela e antecipe o Natal para começo de dezembro quando o INSS for pagar os aposentados e pensionistas.

Ela resiste.Eles insistem que é bom e ajuda a ganhar as eleições.

Nota: coluna Aziz Ahmed – O POVO/RJ

QUENTE: Roger Molina, senador boliviano salvo e asilado em Brasilia, está amanhã em São Paulo. Vem assistir “Um minuto de Silêncio”, na Mostra Internacional

roger molinaNOTÍCIA QUENTE! casal no cinema

O senador boliviano Roger Pinto Molina, que está asilado em Brasília, desembarca em São Paulo amanhã,  19, exclusivamente para acompanhar o lançamento do filme “Um minuto de silêncio” –  documentário que aborda a situação da Bolívia nos últimos cinco anos, durante o governo de Evo Morales.

Para quem quiser assistir ao filme:

19/10 – 21h30 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA 1;
> 20/10 – 14h – CINE LIVRARIA CULTURA 2;
> 22/10 – 15h30 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 4.
>

Mas o que é isso? Estamos baixando as calças para a Venezuela? Veja essa

kids-035Pente fino

Revista em Caracas

A morte de Hugo Chávez não livrou as autoridades venezuelanas da paranóia anti-monitoramento. Uma equipe da Globo que participou da cobertura da Copa América de Basquete masculino, em Caracas, foi obrigada a abrir as bagagens onde carregava os equipamentos, na sexta-feira passada, quando voltava para o Brasil. Até aí, beleza.

Só que os policiais federais do aeroporto venezuelano exigiram que funcionários da emissora ligassem os laptops e exibissem os arquivos de vídeo com imagens dos jogos do Brasil até se certificarem que o foco da reportagem não havia ultrapassado os limites da quadra de basquete.

Os profissionais da equipe sequer podiam encostar nos equipamentos durante a revista. Os agentes de Nicolás Maduro pediam orientações para conseguir, eles próprios, ligarem o computador e acessar as imagens capturadas pela Globo.

FONTE : COLUNA RADAR – VEJA ONLINE – Por Lauro Jardim

Alfredo! O que o Maduro veio fazer aqui? Trazer aquele retrato lindo e procurar papel. Higiênico! Alfredo!

gato olha bebe na privadaMão lavando a outra

 

 

Para prevenir especulações maldosas, o presidente mais ou menos eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, deveria esclarecer que não veio ao Brasil comprar papel higiênico, que está em falta em seu país, com filas de virar quarteirão para tentar comprar um rolo.

fonte: coluna Claudio Humberto

Já viu um chupim, um vira-bosta? O CH pergunta se era ele, se era assim, o passarinho Chávez do novo maluco Maduro

Pergunta na gaiola

 chupim

…seria o nosso conhecido “vira-bosta” o “passarinho” Chávez que Nicolás Maduro diz ter visto?

Leia aqui: falei sobre ele, o chupim, em meu último artigo, CARRAPATOS.