#ADEHOJE – TRAQUINAGENS DOS FILHOS DO CAPITÃO E PODERES CONFUSOS

#ADEHOJE – TRAQUINAGENS DOS FILHOS DO CAPITÃO E PODERES CONFUSOS

 

SÓ UM MINUTO – Desde que Jair Bolsonaro foi eleito venho dizendo que ele não é o pior de tudo. Só o centro. Cercou-se – assim como o PT também fez muitas vezes isso de errado e deu no que deu – de pessoas que ficaram maravilhadas, embasbacadas com o poder. Vai piorar, acredite. Entre eles, Bolsonaro traz seus próprios filhos, os Filhos do Capitão, para o centro das discórdias. A última foi a de Flavio Bolsonaro pedir ao STF – e conseguir com o Luiz Fux! – a suspensão das investigações contra o seu assessor, o já famoso Queiróz. É casca de banana, pano para manga para muitos escorregões e críticas. No mundo, o terror que atacou a Colômbia repercute sonoramente. E ainda não está claro como é que o Brasil vai ajudar a derrubar o Maduro, na Venezuela. Que seja sem violência.

Anúncios

#ADEHOJE, #ADODIA – BOMBAS: MADURO, MURO, CHUVAS E TROVOADAS

chove gatos

#ADEHOJE, #ADODIA – BOMBAS: MADURO, MURO, CHUVAS E TROVOADAS

SÓ UM MINUTO – Maduro toma posse na Venezuela para mais um mandato que não é aceito pelas organizações internacionais. Situação esquenta. Maduro chama o presidente Jair Bolsonaro de fascista. Paraguai rompe relações com a Venezuela. Argentina e outros países do continente se unem. Enquanto isso Geisi Hoffmann passeia por lá em nome do PT, que perdeu a noção de vez. Nos EUA a situação vai ficando insustentável com a birra de Trump que quer porque quer construir um muro na fronteira com o México. Tudo parado. Aqui no Ceará, as organizações criminosas mandam ordens de dentro das prisões e tentam derrubar pontes e viadutos com bombas. Hoje foram achadas oito. Milhares de raios e chuvas fortes paralisam várias cidades com beleza e horror. El Niño em ação. E AGORA DE MANHÃ MUDOU O COMANDO DO EXÉRCITO! Passou para Edson Pujol.

Avião sem autorização para pousar na Venezuela. Isso vocês já viram, não?

airplane8Sem autorização

( FONTE – COLUNA LAURO JARDIM – VEJA – RADAR)

Maduro: sem autorização para pouso de senadores brasileiros

A Venezuela negou autorização à Força Aérea Brasileira de pousar um jato na próxima quinta-feira com senadores que vão àquele país conversar com presos políticos do governo Maduro.

Melhor do que sorvete na testa
Melhor do que sorvete na testa

Senadores buscam uma solução alternativa para a viagem.

Por Lauro Jardim

O que faltava era a gente ter uma Dilma “Maduro”, de Natal. Veja essa

 

papai noel assustadoJingle bell

Os marqueteiros da presidenta, João Santana e Franklin Martins, o 40º e 41º ministros sem pasta, querem que Dilma  faça como a Venezuela e antecipe o Natal para começo de dezembro quando o INSS for pagar os aposentados e pensionistas.

Ela resiste.Eles insistem que é bom e ajuda a ganhar as eleições.

Nota: coluna Aziz Ahmed – O POVO/RJ

QUENTE: Roger Molina, senador boliviano salvo e asilado em Brasilia, está amanhã em São Paulo. Vem assistir “Um minuto de Silêncio”, na Mostra Internacional

roger molinaNOTÍCIA QUENTE! casal no cinema

O senador boliviano Roger Pinto Molina, que está asilado em Brasília, desembarca em São Paulo amanhã,  19, exclusivamente para acompanhar o lançamento do filme “Um minuto de silêncio” –  documentário que aborda a situação da Bolívia nos últimos cinco anos, durante o governo de Evo Morales.

Para quem quiser assistir ao filme:

19/10 – 21h30 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA 1;
> 20/10 – 14h – CINE LIVRARIA CULTURA 2;
> 22/10 – 15h30 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 4.
>

Mas o que é isso? Estamos baixando as calças para a Venezuela? Veja essa

kids-035Pente fino

Revista em Caracas

A morte de Hugo Chávez não livrou as autoridades venezuelanas da paranóia anti-monitoramento. Uma equipe da Globo que participou da cobertura da Copa América de Basquete masculino, em Caracas, foi obrigada a abrir as bagagens onde carregava os equipamentos, na sexta-feira passada, quando voltava para o Brasil. Até aí, beleza.

Só que os policiais federais do aeroporto venezuelano exigiram que funcionários da emissora ligassem os laptops e exibissem os arquivos de vídeo com imagens dos jogos do Brasil até se certificarem que o foco da reportagem não havia ultrapassado os limites da quadra de basquete.

Os profissionais da equipe sequer podiam encostar nos equipamentos durante a revista. Os agentes de Nicolás Maduro pediam orientações para conseguir, eles próprios, ligarem o computador e acessar as imagens capturadas pela Globo.

FONTE : COLUNA RADAR – VEJA ONLINE – Por Lauro Jardim